Bloqueio do Whatsapp: caos, memes e respostas das operadoras

Iuri Castelan

Caroline Rodrigues

Um reboliço tomou conta da internet a partir do bloqueio da rede social na tarde desta segunda 

Uma chuva de memes inundou as redes sociais e fez crescer a busca por informações sobre quando a decisão de “parar” o WhatsApp seria derrubada (ou não) e o “apocalipse social” passaria.

Foto Divulgação
Foto Divulgação

Para os mais viciados a decisão da Justiça causou pânico. Muitos reclamaram em seus perfis e rolou até uma manifestação na página do juiz Marcel Montalvão, responsável pela decisão. A princípio bloqueio foi definido por 72 horas (contadas a partir das 14h desta segunda, 2 de maio). O motivo da determinação do juiz da comarca de Lagarto, no Ceará, é uma ação da Polícia Federal que busca informações sobre crimes de tráfico de drogas. A PF quer que o Whatsapp libere informações confidenciais que poderiam ajudar nas investigações. Todavia, a empresa afirma que não possui tais dados.

As operadoras, que preferiram acatar a decisão da Justiça, não deixaram o bloqueio passar em branco. A TIM, por exemplo, liberou a partir da noite do dia 2 o serviço de SMS gratuito. A decisão vai valer enquanto o bloqueio estiver de pé, uma ideia para agradar os clientes que podem continuar enviando mensagens.

A Oi apenas informou os utilizadores via Facebook: “Por uma determinação judicial o aplicativo WhatsApp foi bloqueado por um período de até 72 horas. Assim que possível, o aplicativo será normalizado”.

A Claro ainda ressaltou que as operadoras não têm relação com o pedido de bloqueio que veio da ordem judicial. “As operadoras esclarecem que não são autoras e, também, não fazem parte de ação que resultou na referida ordem judicial” – mencionava o post da empresa na página do Facebook.

O mesmo foi feito pela Vivo pela rede social. Em contrapartida, mais de 1 milhão de usuários de outras operadoras menores não foram afetadas pela decisão.

O WhatsApp conta hoje com 900 milhões de usuários no mundo e a notícia de que o aplicativo seria bloqueado no Brasil começou a circular um pouco antes do meio-dia. Muitas pessoas (principalmente os mais nerds) ficaram furiosas com esta informação. A ferramenta, além de ser usada como forma de entretenimento, é usada para trabalho.

Mas o que chamou a atenção mesmo foram os memes criativos feitos pelas pessoas. Nas redes sociais já circulavam várias “piadinhas” sobre o assunto. 

Confira nas imagens abaixo o desespero (e criatividade) dos usuários sem Whats: