Conheça os diferentes tipos de pós-graduação no Brasil

O ensino médio é repleto de transformações na vida dos adolescentes. E com isso, surge a ansiedade ao tomar as primeiras decisões, como a escolha de um curso na faculdade. Logo depois, o momento de conhecer a área na qual optou e decidir em que ramo atuar, ao longo da graduação. Assim, novas descobertas em relação a melhoria no mercado de trabalho e preferências pessoais tornam-se fatores para a decisão de uma especialização e assim ingressar para uma pós-graduação.

Mas qual seria a diferença entre pós-graduação e especialização?

Em suma, qualquer curso realizado após uma formação superior é considerado como uma pós-graduação. Para isso, são necessários alguns requisitos, como o reconhecimento pelo MEC e carga horária mínima equivalente a 360 horas.

E daí vem a confusão em relação aos dois termos. Enquanto a pós-graduação é todo curso realizado após a formação superior, as especializações são as delimitações que cada indivíduo seguirá no âmbito acadêmico e profissional.

Desta forma, por exemplo, uma pessoa pode concluir a graduação em direito e querer realizar uma pós-graduação. Interessado na área penal, o indivíduo buscará uma especialização em direito penal, de forma que aprofunde seu conhecimento na área.

O estudante de engenharia elétrica Fabrício Oliveira de Souza ressalta “que ao estar fazendo uma especialização, estou direcionando todo o foco para algo em que posso me tornar melhor na área e aumentar a minha renda. E assim, consequentemente fazer meu nome no mercado”.

No país, os estudantes que buscam uma especialização para sua área de atuação podem escolher duas formas de especializações, a latu senso e a strictu senso. A primeira refere-se a um aprofundamento prático profissional, enquanto a segunda relaciona-se a atuação em sala de aula.

As graduações latu sensu são geralmente caracterizadas por possuírem curta duração, diferente da modalidade strictu sensu.

Os cursos latu sensu são divididos em especializações e MBA’s. Enquanto os cursos strictu senso são segmentados em mestrado profissional, mestrado acadêmico, doutorado e pós-doutorado.

Confira as características de cada modalidade de especialização:

MBA – Master Of Business Administration

Focado primordialmente para as áreas de negócios e gestão, o MBA possui duração mínimo de 360 horas, equivalente a 18 meses. Assuntos envolvendo a área empreendedora são abordados nas diferentes áreas de segmento, como por exemplo, engenharia, medicina, direito e afins.

Especialização

Nesta modalidade latu sensu, as especializações são relacionadas ao aprofundamento em relação a área de estudo do indivíduo ou para aqueles que buscam complementar a formação acadêmica. Assim como nos MBA’s, a duração mínima das especializações são 360 horas. Podem ser ofertados nas modalidades presencias e a distância, desde que possuam credenciamento para tal categoria.

Mestrado profissional

Sendo uma modalidade strictu sensu, refere-se a um estudo de técnicas para aperfeiçoar o aluno no mercado de trabalho. A especialização é semelhante ao mestrado acadêmico, embora aborde temáticas práticas sobre a área de ensino. A especialização dura dois anos e para ser titulado como mestre, o aluno deve apresentar um estudo de caso ou uma dissertação.

Mestrado acadêmico

Esta modalidade é semelhante ao mestrado profissional. Todavia, os interessados migram para a área de pesquisas científicas e ambiente acadêmico, como as salas de aula. A duração do mestrado acadêmico corresponde a uma média de dois anos, além de exigir para a formação de mestre uma dissertação apresentada para uma banca examinadora.

Doutorado

Especialização strictu senso, o doutorado abrange principalmente o ambiente acadêmico, uma vez que os interessados já estão inseridos nesta área de atuação. O doutorado dura geralmente quatro anos. Para a formação de doutor, torna-se necessária a apresentação de uma tese. Normalmente no Brasil os doutorados só podem ser realizados por aqueles que já concluíram algum mestrado strictu sensu.

Pós-doutorado

Após a titulação de doutor, ainda há o pós-doutorado. Nesta especialização o aluno busca se aperfeiçoar em um assunto específico e delimitado na sua área de estudo. O curso dura até dois anos. Além disso, diferente das outras especializações, o aluno é avaliado durante o processo de especialização. Portanto, não há uma apresentação ou dissertação para o aluno realizar ao final do pós-doutorado.

Texto: Brenda Lee