Empresa de Tubarão abrirá primeiro espaço de coworking da região

Imagine ser um profissional autônomo e precisar de um espaço que agrupe os recursos necessários para que você possa trabalhar. Não é preciso realizar grandes investimentos e ainda é possível entrar em contato com diversos profissionais, de ramos variados, dispostos a trocar ideias e ajudar nas suas atividades profissionais. Esta é a proposta da OSTEC, empresa de Tubarão que pretende implantar o primeiro espaço de coworking da região da Amurel.

Uma nova forma de trabalhar, estes ambientes começaram a surgir por volta de 2007 e estão crescendo cada vez mais. Segundo uma pesquisa do Censo Coworking, estima-se que exista por volta de 810 ambientes de trabalho neste formato apenas no Brasil. Os dados também apontam que coworkings geraram aproximadamente 3 mil empregos no país em 2017.

Cassio Brodbeck, fundador e CEO da OSTEC, fala que esta é uma iniciativa muito interessante para Tubarão, pois facilita a troca de experiência entre trabalhadores. O grande desafio é o amadurecimento da cultura da cidade e região em relação a este espaço. De acordo com Cassio, as pessoas necessitam “entenderem que não precisam ter um escritório próprio para receber um cliente e causar uma boa impressão”.

Para o diretor de Tecnologia e Inovação da Associação Empresarial de Tubarão (ACIT), Giovani Bernardo, o ambiente trará benefícios diretos para diversos segmentos. Sua maior aposta, no entanto, é o setor de tecnologia de Tubarão. “Temos nômades digitais, empreendedores individuais, prestadores de serviço que podem se beneficiar”, afirma. Bernardo também destaca que o empreendimento da OSTEC é de grande interesse para o ecossistema de tecnologia da cidade, pois traz diversos benefícios como a troca de experiências e a inovação.

O espaço da OSTEC também servirá como uma extensão interna da empresa, que motivará seus funcionários a adaptar-se ao ambiente em uma estratégia de integração e conexão entre profissionais de diversos segmentos do mercado. A data de abertura do espaço está prevista ainda para o primeiro semestre de 2018, juntamente com um laboratório de inovação chamado Inovalab.

Coworking em Criciúma

Espaço de trabalho compartilhado na Plurall Coworking em Criciúma (Foto: Plurall Coworking/Divulgação)

Jefferson Zappelini é empreendedor e fundou a Plurall, escritório de coworking que fica em Criciúma, a mais de 40 quilômetros de Tubarão. É o mais próximo da Cidade Azul e tem como objetivo conectar as pessoas por meio de um ambiente compartilhado de trabalho. “A Plurall virou um ponto de encontro destes profissionais. Aqui temos uma comunidade unida onde um ajuda o outro, um fortalece o outro”, afirma Jefferson.

São em torno de 60 visitantes por mês na Plurall, que partem principalmente das cidades de Criciúma e Içara. Zappelini também afirma que seu espaço, assim como os outros coworking espalhados pelo estado, possibilita vantagens variadas para profissionais autônomos, tais como o networking – rede de contatos –, custo-benefício e comodidade. “Aqui na Plurall você inicia uma empresa tendo somente um notebook”, destaca o fundador. “Disponibilizamos toda a estrutura sem que você precise se ‘incomodar’ de investir em mobiliário para iniciar a empresa, por exemplo”.

Segundo o portal Coworking Brasil, existem cerca de 25 espaços similares a Plurall e ao investimento da OSTEC em Santa Catarina.

Texto: Allison de Souza