Intercâmbio: um sonho dos estudantes brasileiros

Estudar no exterior é o sonho de muitos estudantes, seja quando ainda estão no ensino médio ou quando já cursam a graduação. A modalidade mais conhecida de intercâmbio é o de estudo, no qual a pessoa embarca em busca de conhecimentos e aprimoramento do idioma. Mas existem algumas questões que acabam por adiar essa experiência, e entre as mais conhecidas estão o financeiro e a burocracia.

Entre os intercâmbios mais conhecidos estão o de cursos de línguas, pois abrange um público maior que busca aprimorar o aprendizado de um idioma através da vivência com a cultura de um país. Já estudantes da graduação preferem intercâmbios que combinam o aprendizado de um novo idioma e que aperfeiçoa conhecimentos dentro da sua área de estudo. Vale ressaltar que alguns desses países de destino exigem comprovação do nível de proficiência da língua antes de viajar.

Hoje, algumas agências especializadas apresentam valores de pacotes de intercâmbio que ultrapassam facilmente a realidade dos jovens. Um intercâmbio de duas semanas no Chile, país que fica na América do Sul e não exige passaporte, é cotado por quase 4 mil reais. Destinos muito cobiçados pelos estudantes como EUA, Canadá e Europa, além de terem custos muito mais salgados, exigem documentações e protocolos extras antes de arrumar as malas e seguir viagem. Porém, uma vez decidido o destino, é hora de conferi se você tem tudo às mãos para embarcar.

Check list

Antes de você escolher o país de destino e planejar o roteiro da viagem, confira o que precisa ser feito para estar dentro da lei e poder seguir com o seu plano de realizar um intercâmbio.

♦Passaporte: é um item dispensável para viagens dentro do Mercosul, mas obrigatório para qualquer outro destino ele é obrigatório. A validade dele não pode expirar durante o período de intercâmbio e precisa que a validade termine seis meses após o retorno ao Brasil. Caso seja necessário um novo, esse documento é feito pela Polícia Federal. Mais informações sobre os documentos necessários para fazer o passaporte é só conferir no site da instituição.

♦Visto: alguns países exigem que você tire visto de estudos ou viagem antes de entra no país. Para isso, você precisa entra em contato com a embaixada do país no Brasil e verificar quais os documentos necessários para a confecção do documento.

♦Migração: chegando no país do seu intercâmbio, você passará pelo setor de imigração que pode exigir documentos como:

Carta de aceitação da escola – é um documento timbrado pela instituição onde você irá realizar o curso de intercâmbio. Ele deve conter dados da matrícula e detalhes do curso.
Seguro saúde – que é um seguro para caso você precise de atendimento médico durante seu período de estudo. Para comprovar o contrato você deve levar a carteirinha e apólice do seguro.
Vacinas – levar carteira de vacinação constando que possuem todas as vacinas necessárias para entra no país de destino.
Extrato bancário – você precisa apresentar o seu extrato de crédito ou mostrar o dinheiro que leva consigo para comprovar que possui moeda estrangeira e possui condições financeira para realizar o intercâmbio.
Cópia das passagens – é comum que em alguns países peçam para que você mostre as suas passagens de ida e de volta, é uma forma de comprovar estará naquele lugar apenas de maneira temporária e que já tem data marcada para voltar ao Brasil.

Dica

Confira algumas dicas para você se preparar para fazer um intercâmbio:

♦ acompanhe agências de intercâmbio para aproveitar promoções;

♦ se prepare estudando o idioma do local de destino;

♦ poupe dinheiro para os gastos de antes, durante e depois da viagem;

♦ estude hábitos e a cultura do país;

♦ se for estudante de graduação aproveite alguns programas de bolsas de estudos e oportunidades de estudar  que a sua universidade disponibiliza. A Unisul, apresenta algumas possibilidades para os seus universitários.

Responda o quiz e descubra qual o destino ideal do seu intercâmbio.

 

Texto: Bianca Selhorst