Média de público do Tubarão no Catarinense cresce pelo quinto ano consecutivo

A torcida tricolor provou sua fidelidade neste Campeonato Catarinense. Mesmo que em campo a equipe não tenha repetido o ótimo desempenho do ano passado, quando terminou a competição na 3ª colocação, a presença de público total do Peixe aumentou mais uma vez. Foram 19.553 torcedores em nove jogos, o que representa uma média de 2.172 espectadores por partida. Os números vem crescendo desde 2015, quando o time ainda disputava a Série B estadual.

Números da média de público do Tubarão no Campeonato Catarinense

2015 – Catarinense Série B – 564
2016 – Catarinense Série B – 1.244
2017 – Catarinense Série A – 1.667
2018 – Catarinense Série A – 2.069
2019 – Catarinense Série A – 2.172

“O Tubarão está em um movimento diferente do que acontece no futebol brasileiro, onde a grande maioria torce pelos resultados. Se está bem, vai na partida, se não está, não vai. Aqui é o inverso, e isso foi provado nesse ano. É uma mudança de mentalidade muito forte, e isso acontece nos mercados mais importantes de futebol do mundo. É um trabalho construído pela área de comunicação, marketing, plano de sócios. O engajamento do torcedor é muito forte, e ele se sente parte do clube. Essa é uma sensação muito relevante. O número grande de crianças e mulheres faz com que muitas famílias frequentem o estádio. O nosso torcedor é do clube, e não somente dos resultados dele”, declara o presidente do Clube Atlético Tubarão SPE, Luiz Henrique Martins Ribeiro.

O recorde de público do Tubarão no estádio Domingos Silveira Gonzalez também foi quebrado em 2019. No clássico contra o Hercílio Luz, na abertura do Catarinense, 3.925 torcedores estiveram presentes na Vila. Após a emocionante reta final do Estadual, o Peixe se concentra para a Série D do Campeonato Brasileiro, que começa em maio. Em 2018, a média tricolor na competição foi de 2.203 torcedores por partida. Luiz Henrique acredita que o fator casa pode ser o diferencial para o acesso à Série C.

“Acreditamos muito na presença do torcedor mais uma vez. Os jogos em casa são importantíssimos em todas as campanhas de acesso. Basta analisar os últimos clubes que subiram para Série C. Eles conseguiram os resultados graças as vitórias em casa. Vencer em seus domínios é um fator preponderante para conquistar o acesso, e tudo isso se constrói através de uma atmosfera favorável com a torcida. A reta final do Catarinense aumentou ainda mais a conexão entre elenco e torcida. Acreditamos muito na força das arquibancadas para conseguir esse objetivo”, afirmou.

Além de aumentar a média de público, o Tubarão também arrecadou mais de 8 toneladas de alimentos com o ingresso social, em parceria com os Supermercados Althoff, patrocinador master do clube. A iniciativa beneficiou diversas instituições da região. As arrecadações também foram destinadas as vítimas da tragédia de Brumadinho (MG), ocorrida em janeiro.

“O ingresso social foi uma ideia muito interessante, nós conseguimos envolver três partes importantes. Um deles é o patrocinador, onde o fluxo de pessoas que adquire as entradas nos Supermercados Althoff é grande. Você ativa e gera circulação para ele. Com a ação social, arrecadamos mais de 8 toneladas de alimentos, que foram agraciadas para muitas entidades que precisam desse apoio. Além disso, conseguimos dar a possibilidade de um ingresso mais barato para o nosso torcedor, praticamos o valor mínimo estabelecido pela federação, de R$ 10. Aproximamos a torcida do clube, ativamos o patrocinador e realizamos uma ação social de alta relevância. São três ações distintas com um viés único”, finaliza Luiz Henrique.

Texto: Leonardo Hübbe
Jornal Laboratório