Problemas na hora de dormir? Veja dicas para combater a insônia

Ter uma boa qualidade de sono é imprescindível, pois além de dar mais energia ao corpo, contribui também para a saúde. Mas muitas pessoas possuem dificuldades na hora de dormir, e isso pode representar problemas, como por exemplo ansiedade. Mas a insônia nem sempre é sinal de algo ruim, e pode ser prevenida. Além disso, é mais comum do que se imagina. Em seu site, o médico Drauzio Varella explica que a insônia nada mais é do que a incapacidade de conciliar o sono, e que o tempo necessário para ele varia de pessoa para pessoa.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, divulgados pelo governo federal, cerca de 40 milhões de brasileiros sofrem com este problema. Se não for tratado, pode se agravar com o passar do tempo. No entanto, algumas mudanças de hábito podem ser a solução para este mal; por isso, existem dicas que podem auxiliar nesta hora.

Dicas para melhorar a qualidade do sono

NÃO OLHAR O RELÓGIO – pode parecer uma atitude inofensiva, mas a principal dica para quem tem insônia é não verificar as horas. Isso pode acabar despertando ansiedade, pois inconscientemente, sabemos que deveríamos estar dormindo.

ROTINA – Crie uma rotina para dormir. Nosso corpo possui o chamado relógio biológico, e deitar para dormir em horários repetidos todos os dias pode ajudar a pegar no sono mais facilmente.

ALIMENTAÇÃO – Um fator importante na prevenção da insônia é a alimentação. O ideal é que quem sofre com esse problema, evite deitar de barriga cheia, ou até mesmo consumir alimentos muito pesados à noite.

Caso você siga as dicas e mesmo assim o problema com a insônia não passar, é importante procurar um médico especialista para um tratamento mais aprofundado. Mas antes é preciso saber qual o tipo de insônia que você tem, para assim poder buscar um profissional adequado.

A equipe do programa de televisão Bem-Estar elaborou um fluxograma que explica qual tipo de profissional procurar quando estiver com problemas para dormir. O material foi divulgado pelo site do G1.

Pessoas de todas as idades podem apresentar sintomas de insônia, no entanto, o grupo atual mais provável de sofrer com isso é o de adolescentes. Isso porque o uso do celular é bastante frequente, principalmente na cama antes de dormir. Hábito que, na maioria das vezes, traz problemas consigo.

Em um curto prazo a insônia pode apenas provocar sonolência durante o dia, fadiga e irritabilidade. Mas é preciso tomar cuidado, pois isso pode se agravar, e levar à aparição de doenças crônicas, cardiovasculares e diabetes.

O doutor Willian Rezende é neurologista do estado de São Paulo, e em seu canal no Youtube publicou um vídeo explicando como é possível combater a insônia.

 

Texto: Kauana Mulinari