Professores da Unisul embarcarão para os EUA em busca de novos conhecimentos

Amanhã embarcarão para Denver, nos Estados Unidos, os professores do curso de Educação Física da Unisul, Ana Cristina da Silva Mendes Huber e Marcos Paulo Huber. O casal participará da Annual Meeting American College of Sports Medicine, um dos maiores congressos de Medicina do Esporte do mundo que acontecerá de 28 de maio a 04 de junho.

O congresso é aliado a questões da Medicina e na área da Educação Física. Discutirá sobre a prática de exercícios físicos nos mais diversos grupos incluindo atletas, idosos, adolescentes, crianças, e pessoas com necessidades especiais. Todos aqueles que participarem do congresso, automaticamente já se tornam profissionais membros do Colégio Americano de Medicina do Esporte.

Marcos, além de professor é também técnico de atletismo da Fundação Municipal de Esporte de Tubarão. O casal atua na área de Personal Trainer e sempre buscam novos cursos para assim, adquirirem maior conhecimento e especialidade na área atuante e atenderem aos seus alunos da melhor maneira. O professor Huber ressalta a importância da viajem. “O nosso aluno merece um atendimento profissional, a informação correta, a atuação com exercícios de forma adequada a ele. A partir do momento que ele contrata um profissional de Educação Física para fazer o trabalho, para prescrever o treinamento, ele merece um atendimento personalizado e profissional. Buscamos esses cursos para trazer um diferencial, para atender com segurança, independente do problema que a pessoa tenha” explica o professor.

Para finalizar o evento, no último dia será realizada uma visitação as instalações do Centro de Treinamento Olímpico de Denver onde parte dos atletas olímpicos americanos realizam seus treinamentos. “O entusiasmo é grande, afinal Denver é conhecida como a cidade que mais proporciona saúde através dos exercícios físicos, inclusive com uma malha de ciclovias de 1.000km e 800 bicicletas disponíveis para aluguel. Na cidade são cerca de 70 parques com espaços para práticas saudáveis”, afirma a professora Ana.

Por Kamila Melo