Vacinação de H1N1 na rede pública em Tubarão começou nesta segunda

Carolina Machado

A campanha de vacinação na rede pública de Santa Catarina vai até dia 20 de maio

Tubarão recebeu nesta segunda-feira, dia 25, o primeiro lote com as doses da vacina da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. A Secretaria de Saúde do Estado resolveu antecipar a campanha, que inicia nacionalmente no próximo sábado, dia 30, quando acontece o Dia D – com intuito de intensificar a vacinação. Em Santa Catarina, já são mais de cem casos e 19 mortes confirmadas.

O número de infectados preocupa os tubaronenses, que formaram filas no posto de saúde central da cidade nesta segunda-feira. A coordenadora de imunização do município, Juliana Nunes Cardoso, orienta a população a procurar os postos dos bairros, para que o movimento não se concentre na unidade central.

– Aqui é a unidade central, mas todos os postos estão com a vacina da gripe disponível. As pessoas podem procurar esses locais, assim não gera tanta fila em  um único lugar – explicou.

Tubarão recebeu 8,5 mim doses, 25% do total que a cidade receberá. A previsão é que mais vacinas cheguem até o fim da semana. A meta é vacinar 80% das pessoas do grupo prioritário: crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes e mães até 40 dias após o parto, idosos, profissionais da saúde, indígenas, detentos e portadores de doenças crônicas. O grupo pode se vacinar em qualquer posto de saúde do município das 7h às 16h. No próximo sábado, Dia D, as unidades abrem das 8h às 17h.

Para as pessoas fora do grupo prioritário, é possível encontrar a vacina na rede particular de saúde. A dose custa cerca de R$ 80. Quem se vacinou em 2015, pode e deve se vacinar novamente este ano, já que a validade da dose é de um ano. Pessoas alérgicas ao ovo não poderão se vacinar. Já aqueles com febre deverão aguardar orientações médicas.

A vacina não causa gripe e apresenta efeitos colaterais de fácil resolução.