Aluno de PP tem fotos publicadas e ganha evidência na internet.

O objetivo inicial era um trabalho da disciplina de fotografia, mas mesmo que sem grandes pretensões Elder Pacheco postou o trabalho na internet e conseguiu uma grande evidência.

Iuri Castelan Tavares
Estagiário de Jornalismo

 I Um trabalho acadêmico tem potenciais que muitas vezes passam despercebidos por muitos alunos. Elder Vieira Pacheco, 19 anos, aluno de Publicidade e Propaganda que iniciará o segundo semestre, conseguiu, a partir de um de seus trabalhos, chegar a um resultado que nem mesmo o estudante esperava conseguir.

No início era mais um trabalho a ser realizado para a disciplina de fotografia da universidade. A atividade, proposta pela professora Denise de Medeiros, tinha como intenção desenvolver um trabalho livre e autoral produzido individualmente. Por ser seu primeiro semestre e ainda não ter grande prática com a câmera, Elder encontrou dificuldades para obter boas imagens. A intensão era de conseguir passar algo além do que estava sendo registrado pelas lentes. A inspiração para seu trabalho surgiu enquanto ele ouvia uma música da cantora “Sia”. Na capa de um de seus CDs ela aparece com um pacote na cabeça. Ela canta com o rosto coberto buscando ser reconhecida pela sua voz e não pelo rosto.

Foi assim que o jovem fotógrafo decidiu que faria fotos expressões em sacos de papel sobre o rosto para gerar imagens divertidas e por ser uma ideia simples de ser colocada em prática. Com o resultado em mãos o acadêmico ficou desmotivado por esperar algo diferente do obtido. A reação mudou após apresentar para a turma no final do semestre passado. “Não saiu como eu planejava. Eu queria outra coisa nas fotos, mas quando apresentei até passei a gostar. Senti um pouco de mim nelas e era exatamente isso que eu queria. Consegui absorver algo critico das coisas”. Afirma Pacheco.

Sem grandes pretensões, o aluno enviou as fotos para um site e para sua surpresa seu trabalho foi avaliado e postado. As fotos ainda foram divulgadas pelo site no Facebook que foi aonde vieram os maiores comentários e as críticas. São mais de cinco mil curtidas e uma centena de comentários. “O uso de pacotes de papel traz a ideia de simplicidade neste ato, e as expressões caracterizadas dão um ar cômico ao projeto.” escreve o site “catracalivre.com.br” junto à publicação das fotos.