Beira Rio de Tubarão ganha Parque Linear

Iuri Castelan

O projeto abrange 1.980 metros  de obras  como calçadas e iluminação

Um dos cartões postais da Cidade Azul é o Rio Tubarão. O próprio apelido do município surgiu a partir do reflexo do céu azulado sobre as águas, antes claras, do rio. Sendo um dos locais mais frequentados pelos praticantes de caminhadas, ciclismo e skate ou para quem curte um pouco mais de contato com a natureza, a beira rio de Tubarão encontra-se “em reforma”.

Ana Alice Fernandes é comerciante e costuma fazer caminhadas periódicas nas margens do rio. Ela gosta do local e está animada com as melhorias que estão sendo feitas. Vários amigos já comentaram com ela que também gostaram da novidade. Entretanto, Ana acredita que não é o suficiente para deixar o local bonito e adequado para quem utiliza para o lazer como deveria ser. Faltam lixeiras e conscientização da população. Os barrancos das margens estão repletos de sacolas de lixo e até mobílias jogadas. São os próprios moradores que muitas vezes não contribuem com a limpeza. A segurança é outro aspecto levantado pela comerciante. Durante a noite, por ser repleto de árvores, o local é escuro e alvo de usuários de drogas e assaltos constantes. Segundo ela, as rondas, feitas de carro ou bicicleta pelos policiais, não são suficientes e seria preciso a instalação de guaritas ou efetivos fazendo rongas a pé, junto da população que caminha pelo local.

2 pequna

História antiga

O projeto para a construção de calçadas e melhorias no local já foi iniciado há cerca de uma década, em mandatos passados. Numa primeira etapa veio criação e pavimentação de uma ciclovia. No asfalto, separado da estrada por um meio fio e um pequeno degrau onde passam tubulações, os ciclistas e pedestres dividiam espaço por não haver uma calçada adequada. Agora, com calçamento de concreto e outros itens de infra-estrutura, a obra da beira rio está sendo concluída.

Segundo a prefeitura de Tubarão, esta obra deve estimular outros municípios a tomar o mesmo rumo. As melhorias estão sendo feitas com várias parcerias entre secretarias e fundações da prefeitura. A FUNAT (Fundação Municipal de Meio Ambiente), passou todas as licenças ambientais, dando segurança a execução da obra.

A Secretaria de Urbanismo acompanhou os estudos e a realização do projeto em parceria com a AMUREL (Associação dos municípios da região de Laguna).

 

Andamento das obras

A pavimentação do primeiro trecho do Parque Linear, que vai da ponte pênsil da Unisul até a ponte Nereu Ramos no centro (cerca de 1Km) já foi concluído. Agora a secretaria de Infraestrutura dá seguimento às obras no trecho final que vai da ponte pênsil até a ponte do bairro Morrotes (870m de extensão). Após ter sido feito o nivelamento do terreno, já estão sendo instalados os blocos (pavers) da calçada.

 

O que haverá de novo

Depois de pronto, o parque vai contar com 200 postes com três lâmpadas de LED cada, que já estão sendo instalados, acessos para deficientes físicos e lixeiras em toda a extensão. Além de toda a sinalização necessária da Secretaria de Segurança e Patrimônio. A pista de caminhada possui piso tátil direcional e acessos para deficientes físicos. O piso tátil direcional serve para orientar o caminho que os portadores de necessidades especiais (visão) ião percorrer. A cor do piso tátil direcional também serve para ajudar as pessoas de baixa visão, como os idosos e também auxilia na orientação do percurso.   Dois deques também estão sendo construídos em parceria com o consórcio Tubarão Saneamento. As estruturas avançaram 5 metros na margem e terão 10 metros de largura, podendo abrigar bancos ou até algum quiosque.

Deixe um comentário