CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA COVID-19 DEU MAIS UM PASSO IMPORTANTE

(Créditos: Rovena Rosa/Agência Brasil)

Segundo o resultado de um levantamento realizado pelo consórcio de veículos de imprensa, parceria formada pelo G1, UOL, Folha de São Paulo, Estado de São Paulo, O Globo e Extra, mais de 20% da população brasileira já tomaram a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

Até a última atualização, feita no dia 24 de maio de 2021, a vacina foi aplicada em 42.539.769 pessoas, correspondendo a 20,09% da população brasileira. Enquanto isso, a segunda dose foi aplicada em 20.935.857 pessoas em todo o território nacional, representando 9,89% da população.

Já no estado de Santa Catarina, conforme esta atualização, 1.484.741 dos catarinenses tomaram a primeira dose, representando 20,47%.

Para a segunda dose, foram 705.689 vacinas aplicadas, correspondendo 9,73% da população catarinense. Assim, Santa Catarina soma um total de 2.190.430 doses já aplicadas. Até o momento, o estado já recebeu 3.002.950 vacinas.

Fonte: (Consórcio de veículos de imprensa a partir de dados da secretaria estadual de Saúde. Atualizado dia 24 de maio de 2021)

Dados de Araranguá

Segundo a Secretaria de Saúde de Araranguá, município localizado na região sul de Santa Catarina, a cidade vem disponibilizando três pontos de vacinação. Na Unidade de Saúde Bom Pastor e Drive-Thru no bairro Cidade Alta e Jardim das Avenidas.

Vacinação contra covid-19 em posto drive-thru montado no munícipio de Araranguá. (Créditos: Assessoria de Comunicação/Prefeitura de Araranguá)

Conforme Vera Lúcia, enfermeira do município de Araranguá, a vacinação continua para os grupos que já iniciaram anteriormente e que, nesta semana, contemplará as pessoas a partir de 18 anos, com comorbidades, e que precisam ser cadastradas nas Unidades de Saúde.

Enfermeira de Vigilância Epidemiológica do município de Araranguá. (Créditos: Arquivo pessoal)

Segundo Vera Lúcia, a segunda dose não estava sendo muito procurada. ”Acho que o povo agora se alertou para fazer a aplicação da D2. Em todos os grupos, a comorbidade está baixa, mas não é pela falta de procura, e sim porque a nossa população é pequena em relação às comorbidades”, informa a enfermeira.

Nesta semana, a Secretaria de Saúde estará fazendo um teste. ”Ele vai servir para sabermos se a população está procurando, não está ou se é baixo o nosso quantitativo”, destaca Vera.

Confira a seguir, a lista de comorbidades:

– Portadores de Síndrome de down;

– Doença renal crônica em hemodiálise;

– Transplantados;

– Portadores de deficiência física em benefício pelo BPC (Programa de Benefício de Prestação Continuada), com idade acima de 18 anos ou mais;

– Primeira dose para pessoas com 60 anos ou mais;

– Primeira e segunda dose para profissionais de saúde;

– Primeira e segunda dose de Butantan/Coronavac para gestantes e puérperas (com atestado médico);

– Segunda dose da Fiocruz/Astrazeneca;

– Forças de segurança e salvamento e Forças Armadas.

De acordo com os dados divulgados pela Assessoria de Comunicação de Araranguá, a Secretaria de Saúde registrou até o dia 19 de maio de 2021, 13.196 aplicações para a primeira dose e 6.208 para a segunda, ambas aos grupos prioritários e totalizando 19.404 aplicações. O município recebeu 12.256 doses da vacina Coronavac/Butantan e 12.420 doses da Oxford/Fiocruz, somando 24.676 doses.

A educação comemora

Conforme a Secretaria de Saúde, os profissionais da educação do município que fizeram seu cadastro nas Unidades de Saúde, já podem procurar os pontos de vacinação para receber a primeira dose da vacina.

Segundo Graciane Farias, Coordenadora do PlanCon (Plano de Contingência) de Araranguá, para a Secretaria de Educação, é mais uma vitória a antecipação das vacinas aos profissionais.

”Nos alegramos com o início das vacinas e os profissionais de educação aguardavam ansiosos por este dia. A vacinação nos traz a certeza de dias melhores, e com o retorno mais seguro das aulas presencias. Celebremos a vida”, destaca a coordenadora.

Coordenadora de Educação do município de Araranguá. (Créditos: Arquivo pessoal)

De acordo com a Secretária de Educação Mariluce Bilck, é com muita satisfação que ela reforça esta notícia.

No início do mês de março, a secretária participou de uma sessão da Câmara Municipal de Vereadores de Araranguá onde foi debatida a volta às aulas no município. (Créditos: Arquivo pessoal)

”Mesmo com a vacinação, precisamos continuar nos cuidando, utilizando máscara, álcool em gel e mantendo o distanciamento social. Estamos com uma carga intensa de trabalho, mas já estivemos mais longe. Estamos neste processo desde o ano passado. Apesar desta carga de trabalho dos profissionais da educação, cada dia será um dia vencido. Espero que todos continuem se cuidando”, reforça a secretária.

Graciane destaca que a vacinação desta primeira etapa será apenas para os profissionais da educação que preencheram o formulário do pedido da vacina, e entregue até o dia 10 de maio. Para quem não conseguiu preencher, vai ficar para ser vacinado na próxima remessa de vacinação.

”Não é necessário todos irem no mesmo horário, pois tem vacina para todos. Veio na quantidade certa, conforme os formulários preenchidos”, finaliza a coordenadora.

Editora Geral: Geovana Biudes

Coringa : Emanuella Alves

Áudio:
Editor: Josilaine Gonçalves
Repórter: Beatriz Godoy
Produtor: Bárbara Dias

Vídeo:
Repórter: Lara Silva
Editor: Augusto Machado
Produtor: Laura Remesso

Texto:
Editora: Maria Júlia
Fotógrafa: Ana Luiza
Repórter: Luiza Hennemann