Governo de Santa Catarina implementa atividades pela internet aos alunos

A Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina (SED-SC) iniciou no dia 2 de abril uma capacitação aos educadores das escolas públicas estaduais para a nova ferramenta que está sendo implantada neste período de quarentena. Os alunos tiveram as aulas suspensas no dia 19 de março após o decreto do Governador Carlos Moisés da Silva e estão em período de adaptação.

O sistema que está sendo utilizado pelos estudantes é o Google Sala de Aula. O curso de aprendizagem do novo método foi realizado através de webconferências feitas por palestrantes que tinham experiência com a plataforma Google. Porém, muitos alunos não têm acesso à internet. Para estes, serão disponibilizadas atividades impressas através do site sed.sc.gov.br. Lá estão as informações de como acessar os conteúdos e tarefas.

Imagem: Captura de tela do aplicativo Google Sala de Aula

A introdução de atividades online deveria ser implantada em dois anos e está sendo feita em duas semanas. Não está sendo fácil para muitos estudantes se acostumarem com o novo método de estudar em casa. João Pedro Jackson Figueiredo, de 11 anos, está no 6º ano da Escola de Educação Básica Professora Neusa Ostetto Cardoso, de Araranguá. Ele comenta que alguns colegas estão tendo dificuldades para enviar as atividades, mas, fora isso, está sendo bom, pois as pessoas estão se cuidando e aprendendo ao mesmo tempo. “Minha mãe está me ajudando nas atividades e isso é legal porque estudamos em família,” comenta. 

Algumas escolas irão funcionar através de plantão para a entrega de atividades impressas. O governo do estado, junto com a empresa terceirizada de alimentação dos alunos, irá disponibilizar kits de alimento para os mais carentes. Os que necessitarem neste período poderão se inscrever através de um link na página da secretaria. Há também a possibilidade de receber mantimentos na forma de doações. O cadastro é feito com o mesmo e-mail fornecido para acesso às atividades online. O interessado (a) deverá preencher o formulário com seus dados e a escola onde deseja receber. Todos aqueles que não possuem acesso à internet terão este direito. A prioridade será de quem recebe bolsa família.

As atividades presenciais nas instituições de ensino permanecem suspensas até 31 de maio. O decreto do governador liberou alguns tipos de estabelecimentos, como as escolas na parte administrativa, desde o dia 08 de abril. Os alunos que comprovarem que não possuem internet e smartphone poderão pegar as atividades impressas.

Para a maioria dos estudantes e professores, o sistema é uma novidade e acaba causando dúvidas. Entretanto, se não fosse a alternativa, havia o risco de terem encontros até depois do Natal. Assim, o processo segue. Hoje é na própria Internet que os alunos conseguem tirar suas dúvidas. 

Matéria: Vinícius Barbosa.

Imagem principal: Belo Rio Studio/Unsplash.

Edição: Laura Arezio.

Gostaria de saber mais? Que tal checar Solidariedade: voluntários da região desenvolvem ações?