Alunos da Unisul aprendem sobre a importância do patrimônio cultural em palestra

Preservar as paisagens, as obras de arte, as festas populares, a culinária ou qualquer outro elemento cultural de um povo, é manter a identidade desse povo (Foto: Unsplash)

O evento chamado “A Importância do Patrimônio Cultural para a História e as Cidades”, ocorreu nesta quinta-feira (13) e foi organizado pela disciplina de Estudos Críticos, que abrange os cursos de Design de Moda, Design de Interiores, Design Gráfico e Arquitetura e Urbanismo da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul). Segundo a professora da disciplina e responsável pelo evento, Ana Paula Cittadin, a palestra tinha como objetivo mostrar a importância do patrimônio cultural e da cultura, “destacando as referências culturais, a identidade, a ação e a memória de diferentes
grupos sociais, utilizando, como estudo de caso, a fixação dos imigrantes italianos em Santa Catarina e suas referências deixadas no território até hoje”.

Para palestrar, foram convidadas duas especialistas no assunto: Marina Canas Martins, que é arquiteta e urbanista do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Iphan/SC, e Virgínia Gomes De Lucca, também arquiteta e urbanista e pós-doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo na Universidade Federal
de Santa Catarina, atuando como pesquisadora junto ao Grupo de Pesquisa da Informática na Arquitetura.

Durante a palestra, os estudantes tiveram a oportunidade de fazer perguntas e tirar suas dúvidas em relação ao tema apresentado pelas convidadas (Foto: Reprodução)

Devido à pandemia do coronavírus, a palestra teve que ser realizada de maneira remota, através da internet. Mas foi aberta para todos os alunos que quisessem participar do evento, contando assim com a presença de 170 pessoas entre estudantes e professores. Segundo a professora Ana Paula, a expectativa era que os alunos pudessem ter contato
com os métodos criados e utilizados para a preservação do patrimônio cultural que são empregados no meio profissional. E para ela, a palestra cumpriu com o propósito. “Acho que atingimos o objetivo. Os alunos conseguiram ver na prática parte da teoria discutida em sala de aula.”

Leia mais em: Insônia Produtiva: a imersão na comunicação dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Unisul

Por Josilaine Gonçalves

Editora-chefe: Lara Silva