Projeto sobre a cultura afro-brasileira começa hoje, em Tubarão

O Brasil tem a maior população de origem africana fora da África e, por isso, a cultura desse continente exerceu grande influência e contribuiu muito para a identidade cultural brasileira. É preciso conhecer e refletir sobre o assunto para valorizar esse patrimônio cultural. Para discutir temas relevantes sobre a cultura afro-brasileira e suas relações com os dias de hoje, o Museu Ferroviário de Tubarão lança o Projeto “Africanidades”.

A museóloga do Museu Ferroviário, Silvana Silva de Souza, explica os objetivos do projeto. “A cultura de matriz africana faz parte da identidade brasileira e esse projeto tem o intuito de fazer as pessoas entenderem a cultura, as origens, as crenças. Por isso, vamos oferecer um leque de atividades, que vão desde ciclo de palestras a exposições e oficinas”.

A participação da população é muito importante e essencial, segundo Silvana. “As pessoas precisam visitar o museu, participar das atividades oferecidas, pois tudo é organizado com carinho.”. Ela também ressalta que o Museu Ferroviário é uma das maiores coleções brasileiras da temática, sendo referência no Brasil e no exterior.

A programação acontecerá de 27 de abril a 25 de maio, abrangendo oficinas, exposições, palestras, entre outros. As palestras ocorrerão todas as terças e quintas-feiras, sempre das 19h às 20h, na Estação Ferroviária do Museu Ferroviário, que fica localizado na Avenida Pedro Zapellini, 2200, cruzamento férreo. As atividades são gratuitas e fazem parte do programa educativo e cultural do museu.

Por Kamila Melo